Tag : Poema meu, poema seu

13 posts

Um poema consciente

rua

Se esta rua fosse minha,
eu mandava ladrilhar,
não para automóveis matar gente,
mas para criança brincar.

mata
Se esta mata fosse minha,
eu não deixava derrubar.
Se cortarem todas as árvores,
onde é que os pássaros vão morar?
rio
Se este rio fosse meu,
eu não deixava poluir.
Joguem esgotos noutra parte,
que os peixes moram aqui.
mundo

Se este mundo fosse meu,
Eu fazia tantas mudanças
Que ele seria um paraíso
De bichos, plantas e crianças.

José Paulo



Nome da gente

bebe-chorando

Por que é que eu me chamo isso

E não me chamo aquilo?

Por que é que o jacaré

Não se chama crocodilo?

 

Eu não gosto

Do meu nome,

Não fui eu

Quem escolheu.

Eu não sei por que se metem

Com um nome que é só seu!

 

O nenê

Que vai nascer

Vai se chamar

Como o padrinho,

Vai chamar

Como o vovô,

Mas ninguém vai perguntar

O que pensa

O coitadinho.

 

Foi meu pai quem decidiu

Que meu nome fosse aquele.

Isso só seria justo

Se eu escolhesse

O nome dele.

 

Quando eu tiver um filho,

Não vou por nome nenhum.

Quando ele for bem grande,

Ele que escolha um!

Pedro Bandeira



PAGE TOP
Pular para a barra de ferramentas