Tag : não

3 posts

Afinal, gatos tomam banho: Sim, ou Não?

gatobanho

Aposto que você já deve ter escutado em vários lugares que gatos não tomam banho, não é? E já você já deve ter se quetionado sobre isso. Bom, tenho uma coisa para te dizer: SIM! Eles tomam banho! Mas como?

O boato surgiu porque tomar banho não é da índole desses felinos, mas tem muitos gatos que tomam banho e adoram. E saiba ainda que banha-los uma vez ao mês ou duas não faz mal e é até bom mesmo eles sendo animais que costumam se limpar sozinhos.

E para isso acontecer basta você condicionar seu bichinho desde pequeno a entrar na água em uma banheira rasa mesma, você deve mostrar a ele que aquilo pode ser algo prazeroso você precisa chamar sua atenção para que isso ocorra. Mas realmente pode não ser uma tarefa muito simples no começo já que eles são animais ariscos então você deve ficar atento quanto unhadas e mordidas.

Não é recomendável banhar gatos idosos a menos que tenham sido acostumados desde filhotes, caso contrario nem tente pois isso vai causar um estresse muito grande no animal o qual ele não precisa sofrer.

Procure sempre usar produtos especiais para gatos como xampu, sabonete entre outras o mercado para os gatos também cresce consideravelmente. A água pode ser de morna pra fria, procure tampar os ouvidos do animal com algodão embebido em óleo evitando assim que a água passe e faça com que o animal peuqe uma otite, aproveite e limpe com soluções especiais a orelha do animal.

Na hora de secar, use uma toalha seca, procure deixa-lo no sol, e em ultimo caso use o secador, pois devido ao barulho os animais ficam muito nervosos a menos que você tenha um secador que faça o mínimo de barulho possível. Procure banhar seu animal em dias ensolarados o qual ele sente menos frio e se torna mais fácil de secar use o bom senso.

O banho é uma forma de manter os animais o mais limpo, e recomendável, já que muitos que moram em casa saem pra passear e voltam trazendo muitas vezes sujeira consigo e muitos tem o habito de dormir com os donos. Porém que fique bem claro o banho não substitui tratamentos como o de pulgas, carrapatos, não substitui escovações que devem ser feitas diariamente e é importantíssimo que acima de tudo haja uma a higienização do ambiente o qual esse animal pertence. Otimize o máximo que puder o conforte e o bem estar de seu amiguinho e sua tranqüilidade.



Uma história real

sr.fleming

Havia um homem que se chamava Fleming e era um pobre lavrador escocês. Um dia, enquanto trabalhava para ganhar o pão para a sua família, ouviu um pedido de socorro proveniente de um pântano que havia na redondeza.
Imediatamente largou tudo o que estava a fazer e correu ao pântano. Lá, deparou-se com um rapazinho enterrado até à cintura, gritando por socorro e
tentando desesperadamente e em vão, libertar-se do lamaçal onde caíra.
Sem hesitar, aquele lavrador retirou o rapazinho do pântano, salvando-o assim da morte. No dia seguinte, chegou uma elegante carruagem à sua humilde casa, donde saiu um nobre elegantemente vestido, que se lhe dirigiu apresentando-se como o pai do rapazinho que salvara da morte certa.
“Quero recompensá-lo”, disse o nobre. “O senhor salvou a vida do meu filho”.
“Não, não posso aceitar dinheiro pelo que fiz”, respondeu o lavrador escocês.
Nesse momento, o filho do lavrador apareceu à porta da casa. “É seu filho?”
perguntou o nobre. “Sim”, respondeu orgulhosamente o humilde lavrador.
“Então, proponho-lhe o seguinte: Deixe-me proporcionar ao seu filho o mesmo
nível de instrução que proporcionarei ao meu. Se o seu rapaz sair ao Senhor, não tenho dúvida alguma que se converterá num homem de que ambos nos orgulharemos.” Então o Sr. Fleming aceitou. O filho do humilde lavrador frequentou as melhores escolas e licenciou-se em Medicina na famosa Escola Médica do St. Mary’s Hospital de Londres. Ele se tornou um médico brilhante e ficou mundialmente conhecido como Dr. Alexander Fleming, o descobridor da Penicilina. Anos depois, o “rapazinho”que havia sido salvo do pantano adoeceu com uma pneumonia. E, desta vez, quem salvou a sua vida? A Penicilina! Quem era o nobre, que investiu na formação do Dr. Alexander Fleming? Seu nome era Sir Randolph Churchill. E assim, o filho do nobre foi salvo duas vezes pela familia Fleming: uma vez no pantano e dépois pela penicilina.
A Lei de causa e efeito, que é uma lei divina, faz retornar o bem que fazemos. O bem que o nobre fez retornou atravéz da cura de seu filho pelo médico que ele ajudou a formar.



PAGE TOP
Pular para a barra de ferramentas