Tag : inovação

3 posts

Jovem decide morar em trens!

Por que ter uma casa se você pode morar dentro de um trem? Esta jovem alemã resolveu trocar totalmente sua rotina inovando com um estilo de vida minimalista!

Leonie_Muller_videndo_trem_05

A estudante alemã Leonie Müller começou a se questionar sobre viver em apartamentos, e sua decisão se concretizou após seu senhorio cobrar absurdamente mais de 450 dólares. Com isso a jovem decidiu buscar um estilo de vida minimalista e a oportunidade de morar em trens surgiu. Ela conseguiu um acordo onde pagaria cerca de 380 dólares por mês para embarcar em qualquer trem a hora que quisesse. Ela pode tomar banho, usar o banheiro, dormir, fazer suas lições de casa, até pedir pizza na estação, enfim, tudo que ela poderia ter em uma casa convencional, porém, mais econômica.

Leonie, de 23 anos, diz que viver nos trens deu-lhe muita liberdade e está curtindo cada momento enquanto vai para lá e para cá por todo o pais. – “Eu realmente me sinto em casa nesses trens e posso visitar muitos mais amigos e cidades“, disse ela. – “É como estar de férias o tempo todo. Eu leio, eu escrevo, eu olho para fora da janela e eu conheço pessoas agradáveis o tempo todo. Há sempre algo para fazer em trens“.

Todos os seus pertences agora cabem em uma única mochila, incluindo suas roupas, um tablet, documentos universitários e um saco sanitário. O resto de suas roupas e pertences ficam guardados na casa dos pais. O passe de um cabine no trem custa 1.400 reais por mês, enquanto ela costumava gastar cerca de 1.700 de aluguel no apartamento anterior. Mas economizar não é seu único objetivo. – “Eu quero inspirar as pessoas a questionar seus hábitos e as coisas que eles consideram normais“, disse ela. – “Há sempre mais oportunidades do que se pensa que existem. A próxima aventura está apenas à espera ao virar da esquina, desde que você queira encontrá-la. Vejam o meu caso, eu vivia estressada com o senhorio me enchendo o saco e agora só conheço pessoas agradáveis e que me tratam com mesuras“.

Leonie_Muller_videndo_trem_06

Quando ela pode, visita sua família e amigos, além de seu namorado. – “Normalmente, nosso relacionamento era de longa distância, mas vivendo em um trem me permite vê-lo quando eu quiser“, riu Leonie.

Muitos de seus amigos apoiaram sua decisão, alguns até seguiram. – “Outros, no entanto, reagiram mais negativamente“, disse ela. – “Eles se sentem ofendidos com o fato de que eu questiono o caminho normal da vida e de como viver a vida“, mas as críticas não a incomodaram muito.

Leonie está documentando sua experiência da vida no trem em seu blog no There You Are. Ela planeja mantê-lo por um ano, e, em seguida, escrever a sua tese de graduação universitária sobre a sua vida como uma nômade moderna. E para as pessoas que querem adotar um estilo de vida semelhante, ela sugere que parte do truque é ter um fone de ouvido para cancelar o ruído, pois assim envolvido na música e observando as paisagens cambiantes, a vida é melhor de ser vivida.

Blog:
• There You Are! Travel Blog


Tíquetes de espera impressionam clientes de padaria

Você está na sua padaria favorita, e para pegar os pães quentinhos é necessário retirar um tíquete para aguardar na fila. Ao lê-lo, você certamente se emocionaria.

ongtombalatascachorrosadoçaoblogdadvdeise

E foi isso que uma ONG de adoção de animais fez. A Tomba Latas inovou com o pedido em um tíquete de fila de padaria em Curitiba para que as pessoas adotassem cães, alegando que não seria preciso aguardar em fila alguma para levar um amiguinho para casa! Todos os clientes ficaram emocionados com a ideia, e a taxa de adoções subiu depois da campanha. Cada papelzinho trazia uma frase motivando a adoção, fora os lindos rostinhos de cães no verso.

De acordo com a Carla Moraes, uma das responsáveis pela Tomba Latas, ela explica que “Alguns deles são encontrados em situações precárias e nós cuidamos deles com veterinários e remédios para que todos melhorem e possam ser escolhidos pelas pessoas. O intuito de vídeo é exatamente este, mostrar que adotar um animal é muito fácil, basta querer e ter muito amor disponível”. Se você estiver pensando em ter um cãozinho, opte por adoção, eles são mais dóceis, queridos e precisam muito de um lar. Compartilhe esta mensagem com os seus amigos, vai que mais um canino não ganha um bom dono por aí?

Facebook da ONG:
• ONG Tomba Latas


PAGE TOP
Pular para a barra de ferramentas