Tag : creche

2 posts

Crianças felizes, idosos, mais ainda

vovosecriancas

O que são crianças? Alegria, espontaniedade, diversão pura, muita imaginação e inocência. E os idosos? Amaveis, sábio, alguns tem as histórias mais divertidas para contar, super espirituosos e cheios de vida. Agora, pense em um cenário onde estes dois grupos de juntam. Pois foi exatamente isso que a casa de repouso em Seattle, nos Estados Unidos, a Providence Mount St. Vincent recebeu.

O “The Intergenerational Learning Center” (ILC), Centro de Aprendizagem Intergeracional, em tradução livre, resolveu testar esta diferente interação neste asilo, pois os idosos passavam o tempo tristes, com aquele sentimento de solidão, o que causava depressão e declínio mental e físico. Quando as crianças cheias de energia da creche com idades entre seis semanas até a pré-escola com cinco anos chegaram ao mesmo prédio que estes mais de 400 idosos habitavam, foi alegria pura! Os professores os acompanhavam nas atividades e assim podiam ensinar-lhes não só sobre o envelhecimento, mas também de como criar uma sensibiidade em conviver com pessoas com deficiências ou movimentos limitados. O projeto é emocionante e deu muito certo.



Contando histórias no Jardim da Infância.

contando históriasA professora de jardim de Infância deve contar histórias diariamente. Estas podem ser conhecidas ou novas, dependendo do interesse da turma, sendo que o número de repetições é ilimitado.

A escolha das histórias deve ser feita entre os livros de pouco texto, linguagem simples e com ilustrações grandes e sugestivas, atendendo às diferentes necessidades da turma.

Exemplo: A professora sabe, por informações dos pais, que uma das crianças do grupo tem problemas de alimentação; ela, então, poderá contar uma história do COELHINHO MANHOSO.

No preparo de um plano de trabalho atender-se-á a diferentes itens, dentre os quais:

Horário – Em jardim, com exceção das atividades em que a escola necessita que haja uma coordenação de horário das turmas (lavagem das mãos, merenda, higiene dentária, recreio, repouso), o horário não pode ser rígido.
As atividades deverão surgir do modo mais natural possivel e de acordo com as oportunidades.

A criança não deve sentir que há “hora da história”. Para tal a professora deve usar todos os artifícios.


PAGE TOP
Pular para a barra de ferramentas