Tag : coelhinho

2 posts

Como deixar sua cesta de Páscoa linda!

Resumo

Já faz parte da cultura brasileira presentear as pessoas queridas com ovos de chocolate na Páscoa. Porém, assim como em quase todas outras ocasiões, é muito legal surpreender o presenteado. Uma boa opção para sair da “mesmice” é dar uma cesta de Páscoa ao invés de um simples ovo de chocolate. Por isso, a equipe do Bem Simples, traz algumas dicas de como melhor prepará-la. Confira!

cesta

Você precisa de

Uma cesta (as de vime normalmente é a que tem um melhor custo-benefício)
Bombons
Docinhos, chicletes, balas
Papéis (espelho, crepom, seda e celofane são boas opções)
Fitas
Cola quente
Uma lembrança (um presentinho de pequeno valor)

Passos

cesta1

1

Escolha uma cesta e a enfeite-a com fitas e papéis, colando-as com cola quente.

cesta2

2

Faça com papel crepom um “babadinho” na borda da cesta.

cesta3

3

Cubra a alça da cesta com fita decorativa (se possível, grude-a com cola para que não fique escapando).

cesta4

4

Laços são bem-vindos para incrementar a decoração.

cesta5

5

Recheie a cesta com bombons, chocolates, guloseimas e tudo o que achar que é do gosto do presenteado.

cesta6

6

Coloque os doces, doces caseiros e uma lembrança – que fuja do tradicional coelho de pelúcia. São dicas bacanas para tornar a cesta mais personalizada e ainda fazer com que fique uma recordação, mesmo depois da Páscoa.

Importante

Mesmo que pareça óbvio, é sempre válido lembrar do bom e velho bom senso. Às vezes, mesmo tendo as melhores intenções, a surpresa pode “surpreender” de maneira negativa o presenteado. Cuidado com o que colocar, onde entregar, gosto de quem vai receber; esses fatores, devem ser levados em consideração.


A origem da Páscoa

coelho!

As origens do termo  

A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas 

Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.



PAGE TOP
Pular para a barra de ferramentas