02 Você sabia que enquanto você está seguindo uma receita, sem perceber, vai experimentando diversas áreas do conhecimento? É verdade, galera! A matemática é um exemplo. Quando se mede ou pesa um ingrediente, utiliza-se conceitos relacionados às unidades de medida de volume e peso. Enquanto você espera o forno cozinhar uma determinada mistura, é necessário observar o relógio e calcular os tempos exatos para não comer cru e nem queimado.
Segundo pesquisa elaborada por psicólogos infantis, o ato de criar cozinhando, trabalha a concentração, a organização, a autonomia, a voracidade, a capacidade de esperar, o desenvolvimento do paladar e, principalmente, da auto-estima. Além disso, pode despertar na criança desde cedo cuidados com higiene, com o que ela põe dentro de seu corpo e a experiência de testar seus quitutes.

Outro fator benéfico é a própria leitura da receita, uma excelente ferramenta para conhecer novas palavras e ampliar o conhecimento do vocabulário. Sem falar nos ingredientes que a criança passa a conhecer e que permitem equilibrar os nutrientes e vitaminas para obter um prato saudável e nutritivo.

Cozinhar é ainda uma aventura pela cultura mundial! Aprendemos sobre os hábitos e costumes dos povos que inventaram aquela receita, recuperamos a história dos antepassados e seus pratos típicos e descobrimos os vegetais, frutas e animais que cada região produz. Portanto, cozinhar pode ser um motivo de diversão familiar.

[BBL]pesquisa,curiosidade,cozinha,criança,estudo,culinária [/BBL]