O diretor de uma grande empresa teve que ligar para um funcionário devido a um problema urgente com um dos computadores centrais.

Ele discou o número do telefone da casa do funcionário e foi atendido por um sussurro de criança:
– Alo?
Contrariado pela inconveniência de ter que falar com uma criança o diretor perguntou:
– Seu pai está?
– Sim, cochichou a vozinha.
– Posso falar com ele? o homem perguntou. Para sua surpresa a vozinha respondeu:
– Não.
Desejando falar com algum adulto, o chefe perguntou:
– A mamãe está aí?
– Sim, veio a resposta.
– Posso falar com ela?
Novamente a vozinha cochichou:
– Não.
Sabendo que era improvável que uma criancinha fosse deixada sozinha em casa, o chefe decidiu apenas deixar um recado com a pessoa que devia estar ali cuidando da criança.
– Tem mais alguém aí? perguntou à criança.
– Sim. sussurrou a menina.
– Um policial.
Imaginando o que um tira poderia estar fazendo na casa do seu empregado, o chefe perguntou:
– Posso falar com o policial?
– Não, ele ta ocupado, cochichou a menina.
– Ocupado fazendo o que? perguntou o chefe.
– Falando com papai, mamãe e o bombeiro, veio a resposta cochichada.
Começando a ficar preocupado e até mesmo alarmado ao passo que ele ouvia o que soava no fone como um helicóptero, o chefe perguntou:
– Que barulho é esse?
– É o ele-copo, respondeu o cochicho.
– O que é que está havendo aí? perguntou o chefe, agora alarmado.
Com um sussurro de espanto a criança respondeu:
– A equipe de busca acabou de descer do ele-copo ..
Alarmado, preocupado e mais do que um pouco frustrado o chefe perguntou:
Por que eles estão aí?
Ainda sussurrando, a voz infantil replicou com um risinho abafado:
– Eles tão me procurando !!!

[BBL] [/BBL]