morcego

Ascendência

Morcegos não são ratos com asas. Algumas pesquisas os unem por afinidade às ordens dos primatas, dos dermopteros, como lêmures voadores, e dos insentivora, como toupeiras. A falta de fósseis em bom estado também dificulta a montagem da linha evolutiva.

Sonar

Os morcegos não são cegos, mas sua principal ferramenta de orientação é a ecolocalização. Ele emite sinais sonoros que atingem objetos e retornam como ecos, captados pela audição sensível. Para não ficarem surdos, certos músculos do ouvido médio contraem e relaxam em frações de segundo.

Tarefa

Enquanto as aves descansam, à noite os morcegos cumprem o papel de “jardineiros”. Eles são importantes polinizadores e dispersores de sementes, que após passarem pelo sistema digestivo, estão prontas para germinar assim que caem no solo.

Vampiros

Há apenas três espécies de morcegos hematófagos no país, os únicos que podem transmitir raiva. Eles produzem um anticoagulante poderoso que, misturado à saliva, mantém a ferida sangrando enquanto se alimentam. A substância pode ser usada, no futuro, para o tratamento de acidentes vasculares cerebrais.

Sob ameaça

Há 138 espécies de morcego no Brasil, das quais cinco estão sob ameaça. São elas: Lonchophylla bokermanni, Lonchophylla dekeyseri, Platyrrhinus recifinus, Lasiurus ebenus e Myotis ruber, encontradas especialmente em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.